Fluxos de E-mail: aumente seu LTV com uma boa estratégia de e-mails

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Tempo de leitura: 3 minutos

Email marketing é uma estratégia do Marketing Digital que se baseia no disparo de emails para um determinado público, seja ele proveniente de uma base de contatos de clientes ou leads gerados por meio de outras estratégias.

Existem vários tipos de email para incluir na sua estratégia. Talvez você costume receber emails promocionais, mas a divulgação de produtos não é o único conteúdo que você pode usar. Até mesmo aquele email confirmando uma compra pode fazer parte do email marketing.

Newsletters

As newsletters são um dos formatos mais tradicionais de email marketing. Para alguns especialistas, foi também o principal formato de 2020.

Na tradução literal, newsletter significa boletim de notícias. Mas você pode entender a newsletter como o envio periódico (diário, semanal, quinzenal etc.) de mensagens em torno de algum tema. Com regularidade nos envios, esse formato ajuda a manter as pessoas próximas da marca e bem informadas.

Algumas marcas optam por fazer apenas uma introdução ao tema na newsletter e levar os usuários até o blog, enquanto outras inserem todo o conteúdo no próprio email, com apenas alguns links para os seus canais.

Um bom exemplo é a YOUPIX Ideas, newsletter da YouPix, que traz dados e insights sobre o mercado de influência. Os emails trazem um texto com reflexões, além de uma curadoria de links chamada de “Rapidinhas” para quem quiser ler mais.

Atualizações do blog

Atualizações do blog podem ser consideradas um tipo de newsletter. Mas levam aos usuários, especificamente, as últimas publicações do blog da sua marca.

Serve para aquelas pessoas que gostaram do seu conteúdo e não querem mais perder nenhuma publicação. Muitas vezes, cadastrar-se para receber as atualizações do blog é a primeira ação que elas tomam para conhecer melhor a marca. Então, é a oportunidade de mostrar que a marca tem valor para entregar a elas.

Emails promocionais

Emails promocionais são os mais comuns. Sua função é promover a venda de produtos e serviços. Por isso, costuma ter uma abordagem mais comercial, com ofertas, preços e descontos, além de links diretos para a página de compra. A intenção é vender.

Emails editoriais

Emails editoriais trazem o ponto de vista da empresa sobre determinado assunto. Muitas vezes, é assinada pelo CEO ou dono do negócio.

Sua intenção não é vender nem divulgar nada. Sua função está mais próxima do branding, já que fortalece a imagem da marca ao mostrar como ela se posiciona diante de algum acontecimento ou temas polêmicos.

Emails transacionais

Emails transacionais são mensagens que os usuários recebem quando fazem transações ou cadastros no site da marca. Emails de confirmação de cadastro na newsletter, de recebimento de um pedido no e-commerce ou de abandono de carrinho são alguns exemplos.

O foco desses emails é trazer a informação que interessa ao usuário. Pode ser apenas um texto simples, mas você também pode aproveitar para oferecer algum conteúdo ou oferta que faça sentido no momento.

Se é um email de boas-vindas depois de um cadastro, por exemplo, você pode oferecer conteúdos iniciais, para quem está chegando. Se é um email de confirmação de entrega do pedido, você pode sugerir produtos complementares à compra.

Fluxos de nutrição

Um fluxo de nutrição é uma série de emails automaticamente disparados em sequência a partir de alguma ação do usuário. Esses fluxos são usados na etapa de nutrição dos leads, para que eles amadureçam o conhecimento sobre algum assunto e evoluam no funil de vendas.

Digamos que o usuário preencha um formulário para receber um ebook sobre Marketing Digital. Como demonstrou interesse no assunto, a empresa pode enviar uma série de emails que aprofundem o conhecimento do lead sobre Marketing Digital e, ao final, ofereça um conteúdo ou oferta que o faça avançar no funil ou até mesmo já se tornar cliente.

Pesquisas

Se você tem contato direto com os consumidores, também tem uma excelente oportunidade de conhecê-los melhor. Então, o email marketing também pode ser usado para colher dados em pesquisas.

Isso pode ser feito, por exemplo, após uma compra (pesquisa de satisfação), para traçar o perfil da sua persona, para entender o mercado, entre outros vários exemplos.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba nossos conteúdos sobre e-commerce.

Ao clicar em INSCREVER-SE você concorda com nossa Política de Privacidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, vamos supor que você está de acordo com isso. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.