Renovação do Google Shopping permitirá vendas através de vídeos no YouTube

By maio 17, 2019E-commerce

O Google anunciou, nesta terça-feira (14), durante seu evento anual Marketing Live, uma série de mudanças nas suas plataformas voltadas a anunciantes e lojistas. Com as novidades, a gigante das buscas começa a entrar de vez no mundo do e-commerce – nos Estados Unidos, Amazon é o principal concorrente.

Na conferência de Marketing Live, a empresa apresentou uma série de novas ferramentas destinadas a levar as pessoas a comprar nos serviços do Google.

O novo Google Shopping permite que as pessoas procurem itens, comprem diretamente e realizem a coleta em uma loja física próxima. Para identificar a funcionalidade, os usuários verão um ícone de carrinho azul. O Google disse que intervirá se os clientes não conseguirem o que esperavam ou se tiverem problemas para obter um reembolso.

Como parte da reformulação, poderão comprar produtos exibidos em vídeos do YouTube. Por exemplo, se um criador de vídeos publica um vídeo tutorial de maquiagem, o Google oferece às pessoas a oportunidade de comprar os itens e continuar assistindo ao vídeo. Os recursos serão lançados “no final deste ano”, mas sem previsão para o Brasil.

As novas ferramentas marcam uma forte investida do Google no comércio eletrônico. A capacidade do gigante das buscas em facilitar uma venda é um grande passo – uma medida que coloca a empresa em concorrência mais direta com a Amazon em mais um setor.

As atualizações acontecem no momento em que o Google se expande com concorrentes da Amazon para o Instagram do Facebook em busca de novas ferramentas de compras. O Google quer atrair mais profissionais de marketing para suas plataformas, onde pode usar seu enorme cache de dados de usuários para garantir que os anúncios sejam exibidos para públicos específicos que as marcas desejam alcançar.

Érico Scorpioni

Érico Scorpioni

Érico Scorpioni é Diretor Executivo da CheckStore e entusiasta do e-commerce. Iniciou sua carreira no e-commerce como cliente, depois lojista e então fundou a CheckStore em 2015 com o objetivo de democratizar o e-commerce de alto nível, tendo como um dos principais desafios compartilhar conhecimento e experiências do dia a dia do comércio eletrônico aqui no Blog da CheckStore.