Vendas Internacionais — cross border para iniciantes

Vou começar pedindo desculpas, afinal, começar um post com a frase e-commerce cross border afasta muitos interessados no assunto. Então vamos explicar o que significa este termo, antes de avançar em como realizar suas vendas internacionais.

Explicando o cross border

Cross border trata-se da venda de produtos pela internet para outros países. É um processo de exportação, pedido a pedido.

Desejo de muitos lojistas, o processo de cross border ainda gera muitas dúvidas por parte dos empreendedores. As limitações (armazenagem, capacidade de venda e burocracias fiscais) e a falta de conhecimento afastam quem está interessado em vender nessa modalidade, mas você consegue!

Os modelos de cross border

É possível realizar as vendas cross border de algumas formas:

  • Através de um múltiplos centros de distribuição internacionais: para empresas com grandes volumes de venda para outros países, que realizam a exportação de um estoque e realizam vendas locais no país de destino. Pode-se criar estoques estratégicos em diferentes regiões de livre comércio, como Mercosul, Nafta, Chiang Mai e União Européia.
  • Através de um centro de distribuição internacional: para empresas com volume médio de vendas, com clientes preferencialmente nos EUA e países europeus, utilizando da eficiência logística e tratados comerciais americanos, mas é necessário abrir um empresa lá (o que não é difícil).
  • Através do seu centro de distribuição atual, localizado no Brasil: para lojistas que estão experimentando as vendas internacionais e criando uma base de clientes fora do país. Com o serviço do o Exporta Fácil dos Correios, é possível efetuar exportações no valor de até US$ 50.000,00 por pacote, sem limite de vendas.

Experiência CheckStore

Aqui na CheckStore já temos experiência com operação internacional (acesse a loja).

Com um centro de distribuição na Flórida, despachamos pedidos para todo o mundo usando as melhores transportadoras do mercado (DHL, Fedex e USPS). Mas também fazemos vendas internacionais a partir do Brasil para marcas que ainda não possuem um volume expressivo de vendas, através do serviço Exporta Fácil dos Correios que vamos falar a seguir.

Exporta Fácil dos Correios

O serviço Exporta Fácil dos Correios foi desenvolvido em parceria com a Receita Federal, Banco Central, da Secretaria de Comércio Exterior, Câmara de Comércio Exterior e de outros órgãos relacionados às exportações, tendo como objetivo simplificar os processos postais e alfandegários.

É uma solução que atende às necessidades comerciais de pessoas jurídicas e físicas para enviar produtos ao exterior com a simplificação do processo de exportação.

Vantagens do Exporta Fácil

Ao contratar a logística postal, os Correios se responsabilizam pelo registro da operação no Sistema de Comércio Exterior – SISCOMEX da Receita Federal. Quem exporta pelo Exporta Fácil também não precisa obter antecipadamente o registro de Importador/Exportador, nem aguardar a emissão da Declaração Simplificada de Exportação.

Além disso, os Correios contam com recintos alfandegários da Receita Federal em suas instalações – facilidade que agiliza o trâmite aduaneiro das remessas postais. Conheça outras vantagens:

  • Elimina a burocracia, os custos elevados e as dificuldades de transporte;
  • O exportador só precisa preencher um formulário para encaminhar sua remessa ao exterior;
  • Uma rede de distribuição presente em mais de 215 países.

Quem pode usar

Pessoas físicas e jurídicas mediante:

  • Preenchimento completo de todos os campos do Formulário de Postagem – CP72/AWB, em especial os campos destinados aos dados da Exportação Comercial;
  • A inserção de Nota Fiscal e Fatura Comercial (Commercial Invoice) no envelope plástico colado no pacote.

Modalidades de Remessa

  • SEDEX Mundi
    • Para o exportador que busca a prioridade máxima na entrega;
    • Prazo de entrega garantido, definido em função da origem e do destino;
    • Rastreamento detalhado de ponta a ponta;
    • Embalagem fornecida gratuitamente.
  • EMS – Mercadoria Expressa
    • Para o exportador que busca a prioridade na entrega;
    • Sem prazo garantido;
    • Possibilidade de rastreamento.
  • Leve internacional
    • Para o exportador que busca equilíbrio entre preço e prazo;
    • Sem prazo garantido;
    • Sem rastreamento.
  • Mercadoria econômica
    • Para o exportador que busca o menor preço;
    • Sem prazo garantido;
    • Sem rastreamento.

Como funcionam as entregas?

Os Correios possuem convênios com outros serviços postais. As remessas são entregues no endereço informado ou em uma unidade postal, dependendo do país de destino.

Os preços e prazos de entrega variam de acordo com o peso, modalidade de envio e país de destino.

O que posso exportar pelo Exporta Fácil?

Alguns produtos, especialmente aqueles que põem em risco a segurança do transporte, não são aceitos pelos Correios. Determinados tipos de produto têm sua importação proibida por alguns países. Fique atento.

Como deve ser a nota fiscal na exportação?

A nota fiscal de venda para o exterior tem algumas peculiaridades que você deve observar no momento de sua geração.

Resumidamente:

a) Cliente final precisa estar localizado em uma cidade do Exterior;
b) diferenciação nos impostos – normalmente isenção de ICMS, IPI, COFINS, PIS, SIMPLES NACIONAL;
c) CFOP deve iniciar em “7” exemplo: 7102, 7101;
d) Informar o Local de Embarque ou Local de Transposição de Fronteira.

Como começar?

Começando. Nada te impede de vender para todo o mundo através do Exporta Fácil. Você deve liberar o serviço junto à sua agência dos Correios para conseguir habilitar o cálculo e o serviço no seu contrato.

Além da liberação junto aos Correios, você precisa finalizar um checklist para que sua ideia saia do papel, segue os itens que você precisa se atentar:

  • Tradução para todos os idiomas que você deseja vender;
  • Conversão de moedas para o usuário saber o preço dos produtos em sua moeda;
  • Plataforma de e-commerce que permita as vendas internacionais e as funcionalidades acima;
  • ERP que consiga identificar os pedidos internacionais e registrar as notas com o CFOP correto;
  • Formas de pagamentos internacionais, como Ebanx, PayPal, Adyen, etc.
Érico Scorpioni

Érico Scorpioni

Érico Scorpioni é Diretor Executivo da CheckStore e entusiasta do e-commerce. Iniciou sua carreira no e-commerce como cliente, depois lojista e então fundou a CheckStore em 2015 com o objetivo de democratizar o e-commerce de alto nível, tendo como um dos principais desafios compartilhar conhecimento e experiências do dia a dia do comércio eletrônico aqui no Blog da CheckStore.